Trabalhar com o marketing médico não é fácil e muitas vezes nos sentimos limitados ou obrigados a trabalhar na margem das regras que o Conselho Regional de Medicina (CRM) impõe sobre a categoria. Em alguns casos, nos deparamos com clínicas que ignoram completamente os direcionamentos do conselho e, consequentemente, são punidas.

Nos últimos anos, a Pixelmade tem aplicado sua análise estratégica no segmento e os resultados têm sido extremamente positivos para nossos clientes. Por conta disso, elaboramos esse artigo com algumas dicas para melhorar sua estratégia de marketing médico.

Limitações e regras

O Conselho Federal de Medicina (CFM) impõe algumas mudanças no modo de trabalho com o marketing médico, o objetivo disso é não vulgarizar a área, evitando a autopromoção e sensacionalismo. Por conta disso, separamos alguns tópicos para guiar seus esforços.

O que devemos evitar

Autopromoção
O médico não pode utilizar como diferencial de promoção a sua expertise, formação, instituições de ensino ou cursos que possui em seu currículo.

Estrutura e equipamentos
Assim como o currículo não deve ser utilizado como meio de promoção, o seu ambiente de trabalho, equipe e equipamentos também são vedados.

Antes e depois
Esse é o erro mais comum que achamos no mercado, principalmente na medicina estética. Ao apresentar o antes e o depois, além de estar mostrando um paciente em seu material, você estará prometendo um resultado para o paciente.

Estipular padrões estéticos
Ao desenvolver uma peça publicitária ou o conteúdo para o seu blog, precisamos utilizar as imagens para informação do paciente e não para causar mal-estar definindo um padrão de beleza, isso pode ser entendido como promessa de resultados também.

Medo e falta de conhecimento

Por conta das limitações, muitas clínicas acabam trabalhando de maneira incorreta e algumas até desistem de utilizar o marketing médico para promover seus consultórios e clínicas.
Nossa maior dica para esses profissionais é: não tenha medo

Sabemos que algumas das regras podem impactar no modo tradicional de captação de clientes, mas ainda assim existem tantas ferramentas que uma boa estratégica de marketing médico pode utilizar para te ajudar. Algumas delas são:

  • Redes Sociais
  • Mecanismos de buscas (SEO e SEM)
  • Inbound Marketing
  • YouTube

Sabemos que em muitos casos, todos os trabalhos de uma clínica ou consultório ficam centralizado em uma pequena equipe e é comum o marketing ser colocado em segundo plano. Por conta disso, a Pixelmade oferece serviços personalizados focados no segmento.