O modelo de startup no Brasil tem feito cada vez mais sucesso e não é por acaso que uma geração inteira de empreendedores tem apostado nesse formato e obtido sucesso!

A premissa da startup é bem simples. O objetivo consiste em encontrar uma solução para um problema, mas que seja de baixo custo e que também seja escalável.

E conforme mostram as estatísticas, os brasileiros sabem e muito bem como fazer isso dar certo.

Para saber mais sobre o assunto, continue lendo esse post até o final e confira o que os números revelam sobre o sucesso das startups no Brasil e qual o perfil dos empreendedores que geralmente investem nesse modelo de negócio.

Os números que revelam o sucesso desse modelo

Quando o assunto é o sucesso do modelo de startup no Brasil os números não mentem. Em 2012, havia 2.519 startups cadastradas na Associação Brasileira de Startups (ABStartups). Já em 2017, o esse número era de 5.147.

Ainda segundo a associação, atualmente esse número deve estar entre 10 e 15 mil. Essa estimativa se deve porque muitas startups ainda estão no plano das ideias. Já outras não possuem CNPJ.

Outro número que revela o poder da startup no Brasil é que, em 2018, o país conseguiu seus primeiros unicórnios. Para quem desconhece esse termo, ele é utilizado para indicar empresas desse modelo que passam a valer mais de U$ 1 bilhão.

As startups que conquistaram esse título foram a 99 e Nubank. A primeira desenvolveu um modelo de aplicativo de motoristas privados, com custo acessível, e que também trabalha de forma integrada aos taxistas.

Já a segunda é uma instituição financeira que trouxe um cartão de crédito sem anuidade e bem acessível aos brasileiros. Atualmente, ela também oferece serviços de conta, investimentos e até programa de fidelidade.

Atualmente, o nosso país já conta com oito unicórnios, e muitas outras startups já caminham para conquistar esse título.

Qual o perfil dos empreendedores que investem no modelo de startup no Brasil?

Assim como em outros países, os empreendedores que investem no modelo de startup no Brasil possuem algumas características em comum. Segundo a ABStartups cerca de 72% das empresas do gênero são lideradas por jovens entre 25 e 40 anos de idade.

Além disso, a maioria, cerca de 87,13% são comandadas por homens.

Outro dado interessante é que a maioria dos empreendedores que obtiveram sucesso com esse modelo de negócio possui entre 35 e 40 anos de idade. São homens mais maduros que já testaram outras ideias, e que obtiveram sucesso na segunda ou terceira tentativa.

Já em relação a segmento, a grande maioria das startups está ligada aos setores de educação, comunicação, internet, propaganda, agronegócio, finanças, comércio eletrônico, saúde e bem-estar.

Além disso, a grande maioria das empresas do gênero cerca de 41%, está localizada em São Paulo. Os próximos estados com maior concentração de empreendimentos dessa categoria, levando em conta a quantidade pelo número de habitantes são Minas Gerais (12%) e Rio de Janeiro (9,7%).

O modelo de startup no Brasil revelou que o empreendedorismo ainda tem muito potencial. E nos próximos anos, a tendência é que cada vez mais brasileiros consigam entrar no mercado, através de ideias inovadoras de baixo custo.

Qual a sua opinião sobre o assunto? Deixe-a nos comentários.