A necessidade de alcançar a atenção dos consumidores em um mercado cada vez mais competitivo fez surgir um novo conceito: O Marketing de dados. Ele pode ser definido por ações e tomada de decisões baseadas nos dados extraídos de clientes potenciais.

Embora a obtenção de dados e informações sobre consumidores não seja uma novidade no universo do Marketing, o que diferencia as práticas anteriores do Marketing por dados é que eles podem ser obtidos em tempo real, em grande volume.

Além de auxiliar na tomada de decisão, ele direciona as estratégias, otimiza ações e avalia os resultados. Há diversos outros benefícios em sua utilização, para saber mais, acompanhe o conteúdo e descubra como utilizá-lo adequadamente.

Motivos para usar o Marketing de dados

O principal motivo para utilizar o marketing por dados reside no cruzamento de informações que partem de três diferentes fontes. Os dados sociais, extraídos de mídias e portais; os dados da empresa e dados conjunturais (tendências globais).

A análise das três informações permite chegar à estratégia mais assertiva, abrindo espaço para empresas se relacionarem com os seus consumidores de um ponto de vista qualitativo, identificando as oportunidades através de seus reais interesses.

Há uma grande quantidade de dados disponíveis e estes não devem ser confundidos com métricas de vaidade – curtidas ou comentários em redes sociais. O foco reside nos padrões de comportamento, preferências, correlações e tendências do mercado.

Formas de Uso do Marketing por dados

O processamento de uma elevada quantia de dados seria complexo e demandaria tempo de análise, não fossem as tecnologias disponíveis. Elas permitem que as informações estejam disponíveis em tempo real, como é o caso da mídia programática.

A mídia programática – baseada em dados -, exibe o conteúdo certo considerando as necessidades do público, comportamento online e offline, gostos, localização, idade, renda e diversos outros critérios, auxiliando a segmentação.

Para analisar diferentes fontes e formatos, transformando-os em informações úteis à estratégia, existem ferramentas de big data disponíveis e capazes de processar enormes quantidades de informação.

Assim, para usar de forma adequada o marketing de dados em sua estratégia, lembre-se de:

Definir os critérios e utilizar as ferramentas adequadas

É mais proveitoso quando possuímos a infraestrutura adequada. As soluções devem possuir alinhamento com os objetivos da empresa.

No momento de escolher a ferramenta para realizar o trabalho, considere as funcionalidades levando em consideração os critérios mais valiosos para atingir os resultados esperados por sua empresa.

Recomenda-se que os critérios selecionados sejam aqueles que possibilitam maior organização e controle dos processos, mantendo-se atento também à identificação de ajustes necessários e novas oportunidades.

Os benefícios do marketing por dados

Há diversos benefícios em utilizar o marketing de dados em sua estratégia. Ele permite:

Compra eficiente de mídia

Os algoritmos responsáveis conseguem ser assertivos e levá-lo às melhores escolhas. Um exemplo de sua funcionalidade é quando um conteúdo visitado em uma página é posteriormente exibido como anúncio em outro site.

Segmentação precisa

Quando a segmentação é feita de maneira genérica, anúncios são exibidos a pessoas que não tem interesse em seu produto. Daí a importância de se considerar as particularidades e comportamento das pessoas.

Com o Marketing de dados é possível segmentar públicos extremamente específicos e relevantes, reduzindo gastos desnecessários e aumentando o ROI – retorno do investimento -, em campanhas.

Assim, através do Marketing de dados é possível que qualquer empresa, sem importar o segmento ou tamanho, possam obter grandes relevantes informações e direcionar a estratégia de forma inteligente, obtendo resultados substanciais.